Bancos.pt

Tipos de seguros existentes – conheça todos

Seguro significa firme, garantido, eficaz, infalível e prudente, tendo estas características como base, podemos concluir que seguro é estar livre de riscos ou danos, é estar protegido de um futuro incerto, neste artigo iremos explicar-lhe rapidamente todos os tipos de seguros existentes.

Conheça todos os tipos de seguros existentes

Nos tempos dos descobrimentos surgiu o interesse em assegurar a carga dos navios que partiam dos portos Portugueses e que por muitas vezes não voltavam. Surgiu assim em Portugal os primeiros seguros, os chamados seguros marítimos.

Companhia das Naus foi a primeira seguradora a surgir em Portugal e a oferecer aos proprietários dos navios, segurança, solidez e garantia em caso das embarcações sofrerem avarias ou em caso de se afundarem. Em troca pagavam por cada viagem, uma percentagem dos lucros da mesma, que por sua vez serviam para cobrir esses prejuízos.

Os tipos de seguros existentes nessa altura eram escassos e só alguns eram obrigatórios. Hoje em dia, o mesmo já não se verifica, existem seguros para quase todo o tipo de situações e coisas.

Conheça os principais tipos de seguros existentes

Seguro automóvel

De todos os tipos de seguros existentes, o seguro automóvel é obrigatório para podermos circular nas estradas portuguesas, é importante que este seguro esteja regularizado.

Antes de tomar a decisão de qual o seguro que melhor se enquadra no seu caso, importa saber que o preço do seguro depende do tipo de veículo, a cilindrada do veículo e do capital seguro. Em algumas companhias a idade do veículo também pesa no valor final do seguro pretendido.

Algumas características do condutor também exercem o seu peso no valor final. Por exemplo um condutor com menos de 25 anos e carta a menos de 2 anos pagará um prémio mais elevado, uma vez que se deduz que o risco é maior. Sabia que a zona de residência agrava ou diminui o valor do seguro? Se vive no Porto ou em Lisboa, zonas de risco agravado, encarecerá o valor do seguro.

Seguro de vida

E porque o amanhã é imprevisível, o seguro de vida consiste em prevenir consequências graves e de grande risco na vida dos cidadãos, riscos esses como, o de morte ou de sobrevivência, ou ambos.

Uma longevidade maior pode trazer custos acrescidos para o idoso e família e uma morte inesperada pode ter um grande impacto económico nos recursos familiares, por sua vez, uma diminuição nos rendimentos que pode ser prevenida.

Seguro de saúde

Existem dois tipos de seguro de saúde: os seguros por reembolso e os seguros em rede convencionada.

O primeiro como o próprio nome indica, refere-se ao reembolso das despesas efetuadas relativamente à saúde. O segundo já diz respeito ao usufruto dos serviços nos locais e médicos convencionados pagando apenas uma comparticipação.

Relativamente aos dois seguros existentes, tanto podem ser ativados em Portugal como no estrangeiro.

Seguro de habitação

O seguro de habitação garante que a nossa casa e os nossos bens estão protegidos. Não ser detentor de um bom seguro, implica ter que arcar sozinho com as despesas de reparação e prevenção dos danos que possam ocorrer na nossa casa.

É possível escolher qual o melhor seguro que protege os nossos interesses tornando-se abrangentes e personalizados como por exemplo, danos causados pelos animais domésticos, causados a terceiros, durante as mudanças, dívidas dos moradores, incêndios, entre outros.

Seguro de viagem

Quando planeamos as nossas férias, de todos os tipos de seguros existentes este é o que se dá menos atenção. Pensamos que nada nos pode acontecer, mas na realidade os percalços não tiram férias e podem interromper o nosso descanso.

O Seguro de viagem é prático e simples, quer no momento da elaboração do contrato quer posteriormente na sua utilização.

Através do seguro pode obter os melhores meios de assistência, por exemplo, transporte aéreo quando os cuidados médicos são urgentes, envio de medicamentos de emergência, pagar indemnizações por morte ou invalidez, assim como, a responsabilidade por danos a terceiros. Em alguns países a existência de seguro de viagem é obrigatória.

Seguro para acidentes pessoais

Um acidente é algo indesejável e inesperado que causa danos pessoais, materiais, danos financeiros e que ocorre de modo não intencional.

O seguro para acidentes pessoais tem como objetivo agir em caso de acidente. Nesta modalidade a palavra acidente é a componente chave pois terá que ter ocorrido um acidente para acionar o seguro.

A principal cobertura do seguro de Acidentes Pessoais é Morte ou Invalidez, no entanto, existem seguros que possuem um leque alargado de coberturas, como as despesas de funeral, despesas de tratamento, incapacidade temporária e subsídio diário por internamento, entre outros.

Todos os tipos de seguros existentes são importantes, apenas terá de investir naquele que se ajustar ao seu dia a dia e às suas economias.

Autor:

Licenciado em Contabilidade e Administração, no ramo de Fiscalidade pelo Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Lisboa e ainda Pós graduado em auditoria pelo mesmo Instituto. Exerce um cargo de administrador financeiro desde 2001.

Os nossos parceiros

Cofidis
Credibom
Logo
Barclays
NSeguros
Banco Best