Juros crédito habitação – conheça todos

juros-credito-habitacao

Os juros do crédito habitação representam uma taxa que é aplicada sobre o valor concedido para a compra da casa. A taxa é sempre aplicada percentualmente, e pode ser vista como uma compensação exigida pelo credor, pelo empréstimo da quantia solicitada pelo cliente. Os juros poderão variar substancialmente consoante a instituição de crédito e o tipo de juro escolhido. Por vezes, assumem proporções facilmente suportáveis, mas por outras, acabam por representar a razão pela qual tantas pessoas falham no incumprimento das suas obrigações bancárias, na medida em que, no caso de os juros constituírem um valor demasiado alto, poderão transformar-se num encargo financeiro muito acima daquilo que o devedor conseguirá suportar.

Uma escolha cuidada dos juros crédito habitação poderá constituir um fator decisivo na obtenção do melhor crédito habitação possível. Ao fazer uma escolha que se adapte na perfeição, não só às suas necessidades, como também às suas possibilidades financeiras, estará a diminuir drasticamente as probabilidades de assinar um contrato que venha a revelar-se contraproducente para o futuro da sua estabilidade financeira. Uma vez que muitas entidades de crédito facilitam imenso a obtenção de um crédito, em troca de juros altíssimos, é necessário manter-se sempre o mais atento e informado possível, pois um pequeno passo em falso poderá ser o suficiente para acabar por fazer um péssimo negócio.

Tipos de juros crédito habitação

No momento de aquisição de um empréstimo para a compra de uma casa, ser-lhe-á dada a possibilidade de escolher entre dois tipos de juros. Uma vez que é impossível dizer com certeza qual o mais benéfico entre os dois, terá de fazer uma avaliação final com base naquilo que de mais vantajoso cada um dos dois poderá oferecer para si. Pessoas diferentes, têm necessidades diferentes, e por isso a escolha a ser feita deverá sempre ser totalmente individual, e com vista a suprimir as suas necessidades pessoais.

Juros crédito habitação: Taxa variável

A taxa variável permite-lhe ter acesso a um valor muito mais baixo no momento de obtenção de um empréstimo. No entanto, apesar de começar muito mais baixo do que na taxa fixa, esse valor poderá variar consoante as oscilações de mercado, tornando assim incerto o futuro dos valores associados à sua dívida, o que poderá representar uma grande desvantagem para quem tem um orçamento extremamente limitado e não se pode dar ao luxo de viver na incerteza em relação àquilo que poderá ou não ter de vir a pagar.

Juros crédito habitação: Taxa fixa

A principal desvantagem da taxa fixa é a de que, inicialmente, situa-se num valor muito mais alto do que aquele a que seria possível ter acesso através de uma taxa variável. No entanto, ao contrário da taxa variável, a taxa fixa não oferece o risco de ver os seus juros crédito habitação a subirem excessivamente, na medida em que os valores manter-se-ão sempre os mesmos durante o período de tempo contratado, independentemente das oscilações de mercado.

Existem vantagens e desvantagens em ambos os tipos de juros. No entanto, o consenso é de que, na maior parte das situações, a taxa mais aconselhável é a taxa variável, já que raramente se situa acima da taxa fixa, permitindo assim ao devedor poupar quantias bem expressivas de dinheiro. Ainda assim, haverá sempre o risco de ver os seus juros crédito habitação subirem inesperadamente, e se tal é uma possibilidade que o intimida, então uma taxa fixa será a mais aconselhada para si.

Informação: Os dados apresentados neste texto têm como base informações obtidas até à data de publicação. A informação contida neste texto não dispensa a consulta do prospecto.

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com o uso de cookies. + info

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close